Cintas modeladoras realmente funcionam?

A cinta modeladora funciona para afinar a silhueta, entretanto, saiba quais os cuidados devem ser tomados no uso!


Uma dúvida frequente entre as mulheres é se os resultados da cinta modeladora realmente funcionam e se esse item deve ser incorporado ao dia a dia com o objetivo de ter uma silhueta melhor definida.
Pensando nesses questionamentos comuns, destacamos a seguir como a cinta modeladora funciona e quais as vantagens e desvantagens dela.

Como funciona a cinta modeladora?

Inicialmente é preciso entender como a cinta modeladora atua no corpo. Ela é produzida com barbatanas e um tecido de alta compressão com o objetivo de modelar o tecido adiposo da região abdominal.
Como resultado, a impressão é de que há uma redução nas medidas da região. No entanto, para que esse resultado seja mesmo possível é preciso usar a cinta corretamente, principalmente em caso de pós-cirúrgico, como quando realizados procedimentos como a lipoaspiração, lipoescultura e abdominoplastia.
Para que os resultados da cinta sejam alcançados é indicado que se escolha corretamente o produto, dando preferência para marcas mais conhecidas e confiáveis, além de materiais de qualidade, pois uma cinta inadequada pode causar prejuízos à saúde.
Assim, podemos concluir que a cinta modeladora funciona sim com o objetivo de afinar a silhueta e, principalmente, para disfarçar culotes e um excesso de gordura ou flacidez abdominal, mas é essencial fazer o uso correto para alcançar os benefícios

Quais as vantagens e desvantagens da cinta?

Sabendo que a cinta modeladora funciona é preciso atentar-se as vantagens e desvantagens dessa opção de forma que ela não traga prejuízos à saúde e mesmo à estética devido ao mau uso.

Vantagens da cinta modeladora

As principais vantagens da cinta não estão relacionadas apenas a questão estética, sendo útil também para outros aspectos. Saiba a seguir:

Definição da silhueta

O principal objetivo ao usar a cinta modeladora é conseguir uma silhueta mais fina e bem definida, sendo esse o benefício mais expressivo ao optar pelo uso desse produto.
O que ocorre é que o tecido elástico do modelador muda as células de gordura de lugar, criando um novo molde à silhueta, de forma que as células adiposas do abdômen são levadas para as costas.

Melhora da postura

A região da coluna é uma das mais afetadas no corpo, ficando sobrecarregada e gerando, frequentemente, a má postura. Com o uso da cinta modeladora, esse item faz uma pressão permanente sobre o corpo, de forma que ao adotar uma posição errada o indivíduo perceba e corrija.
A questão postural está bastante associada ao hábito, de forma que o uso contínuo da cinta faz com que haja um costume maior na postura correta, sendo que mesmo sem o uso do item, a pessoa passe a manter a coluna ereta por mais tempo.

Circulação sanguínea
Um dos benefícios de saúde do uso da cinta modeladora é a melhora da circulação sanguínea da região devido à leve compressão da pele realizada pelo tecido modelador.
Dessa forma, com a melhora da circulação, as células da região recebem uma maior quantidade de oxigênio e nutrientes, responsáveis pela renovação delas, o que resulta em células novas e uma pele mais bonita, contribuindo para a eliminação de manchas, cicatrizes e queloides.

Desvantagens da cinta modeladora


Infelizmente, o uso da cinta modeladora também apresenta fatores negativos, principalmente quando realizado de maneira inadequada, como por longos períodos, durante a noite, todos os dias ou com um material ruim.
Nesses casos, os efeitos podem ser prejudiciais à estética e à saúde. Os principais deles são:
Enfraquecimento dos músculos
Um dos problemas mais frequentes causados pelo uso da cinta modeladora em excesso refere-se ao enfraquecimento dos músculos do abdômen e das costas.
Como consequência desse enfraquecimento, é possível resultar em flacidez na barriga e também má postura. Devido essas características, a tendência é que a pessoa use mais a cinta para corrigir esses problemas, alimentando os danos físicos e posturais.

Dificuldade para respirar
Muitas pessoas que usam cinta modeladora relatam dificuldade para respirar. Isso ocorre, pois a cinta causa a compressão da região dificultando o movimento natural do abdômen causado pelo diafragma durante a inspiração.
Má digestão
A pressão contínua e excessiva na região abdominal, incluindo estômago e demais órgãos digestivos, pode dificultar a passagem de sangue, prejudicando o funcionamento das funções desses órgãos.
Outro aspecto a ser considerado é a prisão de ventre, pois o movimento do diafragma sobre o intestino contribui para esvaziar o intestinal. Entretanto, como vimos, essa ação é restrita durante o uso da cinta modeladora.
Além desses problemas de ordem física, o uso em excesso da cinta pode causar insegurança com a aparência quando não estiver usando o item, afetando a qualidade de vida e saúde mental da pessoa.

Quais cuidados ter com a cinta modeladora?

Dessa forma, apesar da cinta modeladora funcionar para afinar a silhueta e contribuir mesmo durante o pós-operatório de alguns procedimentos, o uso dela deve ser consciente.
O principal é usar a cinta como um auxílio para reduzir as medidas quando for usar uma roupa mais justa, mas evitar o uso contínuo durante muitas horas e também o uso noturno.
Caso esteja insatisfeita com as medidas abdominais em vez de usar constantemente a cinta modeladora, uma opção é uma cirurgia plástica sp como a lipoaspiração ou lipoescultura. Para isso, procure um cirurgião plástico de confiança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário, é muito importante ler sua opinião...
Caso queira resposta para seu comentário, marque a caixinha"notifique-me". Podem entrar em contato direto pelo formulário do blog que está no rodapé.
Obrigada pela visita, volte sempre!

Paginação numerada



Subir