Tudo que você precisa saber sobre low poo

Tudo que você precisa saber sobre low poo

Se você começou a cuidar mais dos cabelos agora, já deve ter se deparado com as técnicas de low poo, no poo, co wash ... produtos proibidos, liberados etc.

Esse post eu vou tentar esclarecer para você as principais dúvidas. Vamos começar pelo low poo.

Deixa eu contar rapidamente minha experiência pessoal, eu testo de tudo, mas dou preferência para produtos low poo. Antes de iniciar o cronograma capilar eu tinha a raiz muito oleosa e usava shampoos fortes para tentar controlar, o que só piorou e até feridas no couro cabeludo eu tive, mas as pontas eram super secas.


Iniciei o cronograma capilar e comecei a entender que parte daquele excesso de oleosidade era culpa do excesso de limpeza, comecei usar pré shampoo no comprimento e melhorou bastante o ressecamento, mas eu ainda tinha uma certa irritação no couro.


Então comecei a testar shampoos suaves e foi um maravilha, meu cabelo começou a se equilibrar e hoje em dia ele fica 3 dias sem lavar e sem excesso de óleo.


Cada caso é um caso, para mim deu certo e hoje em dia uso shampoo com sulfato, mas somente quando testo coisas não liberadas. Deixa eu te explicar agora o que é o low poo.


O que é low poo ?

Low poo (significa pouco shampoo) é expressão usada para designar shampoos que tenham sulfatos suaves em sua composição. Quem adere a essa técnica, faz uma limpeza mais suave do cabelo e couro cabeludo e por isso evita o uso de produtos com  derivados de petróleo (conhecidas como  “petrolatos”,  que cobrem os fios pelo lado de fora, criando uma fina película).

shampoo low poo


O que é sulfato ?

É um tipo de surfactante  responsável pela limpeza , é como se fosse um detergente/tensoativo, o nome científico do sulfato em português é lauril sulfato de sódio.      A substância se liga nas partículas de sujeira, sendo eliminadas pelo enxágue. 

Nesse post eu escrevi a respeito de tipos de shampoo, dá uma olhadinha.


O sulfato causa danos aos fios ?

Ele altera o ph do cabelo, causando ressecamento e fragilidade. O que acontece é que a substância é forte demais e nosso cabelo  não tem tanta sujeira assim, ao limpar os fios remove junto a proteção natural dos fios. Em couros cabeludos mais sensíveis pode até causar dermatites e descamação. 


Como identificar sulfato na composição?

Ele pode vim nas fórmulas com algum desses nomes abaixo, geralmente em inglês.


Lauril éter sulfato de sódio, Lauril éter sulfonato de sódio, Sodium lauryl sulfate, sodium lauryl ether sulfate, sodium laureth sulfate, sodium dodecyl polyoxyethylene sulfate, sodium lauryl ethoxysulfate, sodium polyoxyethylene klauryl sulfate, monododecyl ester sodium salt sulfuric acid, sodium dodecyl sulfate, sodium lauryl sulfate, sodium salt sulfuric acid, sulfuric acid monododecyl ester sodium salt, sulfuric acid, sodium salt, sodium cetearyl sulfate, magnesium sulfate, ammonium lauryl sulfate, sodium trideceth sulfate, TEA-lauryl sulfate magnesium laureth sulfate, entre outros.


Ah mas não é só o sulfafto que é proibido nessa técnica, o  TEA Dodecylbenzenesulfonate e apresentações de Olefin Sulfonate, também.


Quem decide usar essa técnica, só pode usar produtos próprios para low poo ?

Sim, porque produtos que não são liberados precisam do sulfato para serem removidos dos fios. Por exemplo, os parabenos, petrolatos, parafina, óleo mineral ... Então se você usa máscaras, condicionador e afins que contenham essas substâncias, você precisa usar shampoo com sulfato para remover.


Quais substâncias são usadas nos shampoos low poo?

Esses são alguns dos surfactantes que promovem limpeza mais suave:  

Cocamidopropyl Betaine, Sodium Lauroyl Sarcosinate (não é sulfato), Lauryl Sulfoacetate, Sodium Cocoyl (ou Lauryl/ Lauroyl) Sarcosinate.

Mas atenção,um shampoo por ser low poo, não significa que limpe menos. Dependendo da fórmula ela pode ser mais ou menos potente e ainda assim causar ressecamento.


Quem pode fazer essa técnica?

Apesar de ter sido inicialmente crida pensando nas cacheadas e crespas, todos podem fazer.

Então quem tem: cabelo ressecado, com química ou danos gerais se beneficiam muito dessa técnica, que ajuda inclusive a durar mais as químicas.


As substâncias "proibidas" causam mal à saúde ?

Essa é uma ideia errada, muita gente acha que são proibidas por fazer mal, nada a ver ... São proibidas para quem faz a técnica, somente pela questão de limpeza dos fios.


Parabenos, petrolatos, etc ... são bem seguros e usados em diversos cosméticos.Amplamente estudados e aplicados com segurança,o que acontece é que essas substâncias formam um filme sobre a pele e cabelo (não são absorvidos), o que pode ser desejável em alguns produtos.


Quem faz a técnica não usa por entender que o shampoo suave não tem potência para remover essas substâncias.


Muita gente se dá bem com produtos "proibidos" (eu inclusive , só não me dou bem com shampoo).Então é questão de gosto e percepção do que fica melhor no seu cabelo. Mas pode ficar tranquila, que não é nenhum bicho de 7 cabeças.


Então fica assim: Quem usa shampoo com sulfato pode usar todo tipo de produto depois, inclusive os ditos liberados.


Mas quem usa máscaras, condicionadores e afins "proibidos" não pode/deve usar shampoo suave, pois não vai remover direito os resíduos e com o tempo isso pode prejudicar a saúde dos fios. Não é fazendo isso uma vez outra, mas se for sempre, vai prejudicar os fios.


ATENÇÃO: nem todo produto com sulfato é proibido ok?! Às vezes surfactantes aparecem em fórmulas de produtos liberados para low poo e no poo, porque exercem uma função emulsificante e não de limpeza neles.


** emulsificantes são importantes, pois mantém água e óleo juntos na fórmula os tornando homogêneos, sem ele teríamos um produto bifásico.


Já que os produtos "proibidos " formam um filme, significa que não tratam o cabelo?

Outra ideia errada é que esses ativos apenas maquiam o cabelo e não tratam, o que é injusto, tornando ativos que penetram nos fios como superiores e  não é bem assim...


Sim, os produtos "proibidos" formam um película protetora nos fios. Mas também podem tratar a parte externa.


Se for pensar bem, todo produto para cabelo é uma maquiagem, não usamos uma vez e o cabelo fica tratado pra sempre. Lavou, saiu ... é esse o ciclo e por isso cronograma não tem pausa, temos que tratar o cabelo toda semana.


Não vamos demonizar ativos, pois os que penetram ou não na fibra, são importantes.

Os que penetram ajudam a nutrir e reparar danos pequenos, os que ficam na superfície reparam as cutículas e protegem de agressões, inclusive tem produtos low poo/no poo que tratam apenas a parte externa do fio.


Entenda: Um cabelo muito danificado não volta mais a ser o mesmo. A reconstrução, assim como os demais tratamentos, é temporária. Somente os fios novos podem nascer sem danos e para isso teríamos que não usar química nenhuma, nem fonte de calor ou nos expor ao sol, vento, poluição. Sempre teremos nem que seja um pequeno grau de danos e está tudo bem.


Todo derivado de petróleo é proibido ?

Não, somente aqueles que não podem ser limpos com fórmulas suaves.

Existem derivados de petróleo liberados, como o Propylene Glycol , é uma substância hidratante que atrai e prende a umidade.


Quais substâncias não são liberadas para low poo?

Óleo mineral / mineral oil

Parafina líquida / paraffinum liquidum

Isoparafina / isoparafin

Petrolato / petrolatum

Vaselina / Vaselin

Dodecano / dodeceno

Isododecano / isododeceno

Alcano / alkene

Hidrogenated polysobutene


Espero que esse post tenha te ajudado a esclarecer suas dúvidas ^^ 

Segue meu Instagram @blog.suzigomes, tem mais dicas por lá, pode me chamar no direct. 

E se deseja receber as dicas ou tirar dúvidas  pelo whatsapp , clica aqui.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário, é muito importante ler sua opinião...
Caso queira resposta para seu comentário, marque a caixinha"notifique-me". Podem entrar em contato direto pelo formulário do blog que está no rodapé.
Obrigada pela visita, volte sempre!

Paginação numerada



Subir