30/08/2018

5 coisas que só uma pessoa alérgica entende

As alergias podem provocar situações incômodas, inusitadas e também engraçadas, mas a vida fica muito melhor sem elas

5 coisas que só uma pessoa alérgica entende


A vida de quem convive com alergias respiratórias não é nada fácil. Crises de espirro, tosse e dificuldade para respirar podem acabar colocando você em situações que ninguém mais entende.
Será que você já passou por alguma dessas situações?
Detestar o inverno
Para você, o inverno não tem nada a ver com vestir roupas elegantes, beber vinho na frente da lareira ou colocar mais um cobertor na cama na hora dormir. Quem convive com as alergias tipicamente detesta essa estação do ano.
Nesse período, as doenças respiratórias se agravam. Apenas em São Paulo, os atendimentos nos hospitais já aumentaram em 30% entre o outono e o inverno desse ano, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.
Isso acontece porque a estação é seca, quase sem chuva, e o ar resseca ainda mais em regiões urbanizadas e com pouca arborização. Os agentes que desencadeiam as alergias ficam mais dispersos pelo ar e o risco de surgirem os sintomas aumenta.
Além disso, a aglomerações favorecem os problemas respiratórios. Quando alguém tosse, espirra ou deixa de lavar as mãos no transporte público ou no escritório, por exemplo, os agentes se espalham no ambiente e podem atingir você.
Evitar o contato com animais de estimação
Eles até são fofinhos, mas para quem tem alergias, os animais de estimação representam um perigo a ser evitado.
Isso ocorre porque pets como cães, gatos, coelhos e até mesmo pássaros eliminam pelos ou penas, pele descamada e resíduos que não conseguimos ver, mas que estão presentes no ar que inalamos.
Pessoas geneticamente predispostas à alergia acabam apresentando os temidos sintomas. Asmáticos são os que mais podem ser gravemente afetados pelo contato com os animais e, como consequência, podem ter crises mais frequentes e necessitar do uso da bombinha.
Ter mania de limpeza
Fazer uma faxina não é a atividade mais agradável de todas, mas os alérgicos sabem que essa é uma tarefa essencial para manter a alergia sob controle. Talvez por isso sejam vistos pelos familiares e amigos como “maníacos” por limpeza.
A limpeza é, na verdade, uma forma eficiente de evitar as alergias. Isso porque ao limpar a casa você elimina do ambiente os agentes que causam as alergias, como vírus, fungos, bactérias, poeira, pólen, ácaros e pelos de animais.
Para os alérgicos, não basta limpar a casa: é preciso fazer isso do jeito certo. Passar pano úmido ao invés de varrer o chão, usar o aspirador de pó e arejar o ambiente são tarefas que devem ser feitas pelo menos duas vezes na semana.
Por outro lado, há alérgicos que sofrem na hora da faxina, já que a limpeza inevitavelmente levanta poeira e outros agentes alergênicos que desencadeiam as crises. Para esses, pode ser que a mania de limpeza nem seja um problema.
Trocar os lençóis dia sim dia não
Para muita gente, a troca de lençóis em dias alternados é um exagero. Só uma pessoa alérgica sabe que esse é um hábito que ajuda a respirar e a dormir muito melhor.  
Lençóis, colchas, cobertores e colchões são os ambientes favoritos dos ácaros, pois são úmidos, quentes e escuros. Estima-se que apenas um colchão abriga cerca de 200 mil ácaros e seus detritos!
Os ácaros são um dos principais causadores das alergias respiratórias, portanto, devem ser evitados ao máximo.
Quem tem alergias precisa, sim, fazer a troca da roupa de cama com uma frequência maior, pois assim é possível evitar que os ácaros cheguem à superfície e atinjam as vias respiratórias, principalmente durante o sono.
Espirrar o tempo todo
Se “atchim” é o que você mais ouve em seu dia a dia, é um sinal de que você é ou convive com uma pessoa alérgica.
O espirro é um dos principais sintomas da alergia. Ele ocorre com tanta frequência durante uma crise alérgica porque é um mecanismo que o corpo tem de expulsar o agente do organismo, impedindo que ele chegue até os pulmões.
Junto com os espirros surgem sintomas como obstrução nasal, coriza e coceira no nariz. É tudo uma consequência do trabalho que o seu organismo faz sem que você perceba para que o agente não cause danos ainda maiores.
Os espirros são involuntários e muitas vezes incontroláveis. Para ajudar a parar, você pode lançar mão de algumas técnicas caseiras, como olhar para uma luz, morder a língua ou fazer uma lavagem nasal.
Evitando as alergias
A única forma de não sofrer com as alergias é evitando o fator que a desencadeia, como vírus, fungos, bactérias, poeira, pólen, ácaros e pêlos de animais.
É por isso que apostar na limpeza dos ambientes em que você mais permanece é uma das melhores maneiras de se manter saudável! Confira outras dicas para ficar longe dessas situações que só você entende:
- Se tiver animais de estimação, mantenha-os na parte externa da casa. Mesmo com essa medida, pelos de pets podem levar até seis meses para sair completamente do ambiente!
- Use uma seringa e soro fisiológico para fazer uma lavagem nasal no seu nariz duas vezes por dia. Isso ajudará a umidificar as vias respiratórias, que captarão e eliminarão as impurezas sem causar uma grave crise alérgica.
- Sempre que puder, evite locais aglomerados. Eles concentram muitos agentes alergênicos que podem afetar a sua saúde.
- Invista em um purificador de ar. O aparelho irá filtrar o ar do ambiente e devolvê-lo sem impurezas para que você possa respirar muito melhor.
Suzi Gomes
Suzi Gomes

Espero que tenham gostado do meu blog. Me segue nas redes sociais. Atensiosamente, Suzi Gomes

Um comentário:

  1. Entendo perfeitamente rsrs alergia é um saco!!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário, é muito importante ler sua opinião...
Caso queira resposta para seu comentário, marque a caixinha"notifique-me". Podem entrar em contato direto pelo formulário do blog que está no rodapé.
Obrigada pela visita, volte sempre!